Desmonte da Previdência | Portal
30/04/19 18:22

Desmonte da Previdência

Em evento organizado pelas centrais sindicais e realizado no auditório do Sindibancários/ES no dia 23 de abril, o ex-ministro da Previdência Social, Carlos Gabas, e o advogado trabalhista e assessor jurídico do Sindicato, André Moreira, debateram sobre a reforma da Previdência e seus impactos. 

Segundo André Moreira, um dos principais pontos dessa reforma é a desconstitucionalização das normas da Previdência, que reduz a proteção sobre os direitos previdenciários. “Se a gente faz um pacto constitucional e estabelece um conjunto de garantias e direitos fundamentais ali, significa que estamos dando a esses direitos o maior nível de garantia possível. Por isso, retirar os benefícios e regras da Previdência da Constituição Federal é uma perda de proteção”, explicou o advogado. 

Para Carlos Gabas, a discussão não é sobre a sustentabilidade da Previdência: “o fato é que, com a reforma trabalhista, o desemprego, o congelamento dos gastos sociais por 20 anos, não cabe esse modelo da Previdência, tem que mudar. Por isso não é reforma, é desmonte e ajuste fiscal”. 

Além de afirmar que o discurso de déficit da Previdência é mentiroso, o ex-ministro também destacou a criação do sistema de capitalização individual, cujos resultados foram catastróficos nos países em que foi implementado. “No Chile, 80% do PIB está na mão dos bancos privados. A capitalização gerou desproteção, miséria, ampliou a desigualdade. É o que vai acontecer aqui”. 

O diretor do Sindibancários/ES Carlos Pereira de Araújo (Carlão), que representou a Intersindical, e Jasseir Fernandes, presidente da CUT estadual, também participaram da mesa e frisaram a importância da união da classe trabalhadora contra a reforma da Previdência. 

Fonte: Sindibancários/ES

Compartilhe