TVT aborda consequência das privatizações pretendidas pelo governo Bolsonaro | Portal
04/01/19 11:15

TVT aborda consequência das privatizações pretendidas pelo governo Bolsonaro

A TV dos Trabalhadores (TVT) exibiu na noite desta quinta-feira (3) reportagem sobre as privatizações que estão sendo articuladas pelo governo Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes. A criação de uma secretaria específica para tratar das vendas de empresas públicas foi abordada durante a reportagem. No próximo dia 14, o novo presidente e seus ministros deverão se reunir para definir como será esse “pacote” de privatizações.

Assista à íntegra da matéria.

A reportagem da TVT contou com entrevistas do representante do Sindipetro-SP, Gustavo Massaioli, e da coordenadora do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas e representante dos empregados no Conselho de Administração da Caixa Econômica Federal, Rita Serrano.

Gustavo falou sobre os riscos de venda da Petrobras, cujos ativos rentáveis estão na mira do mercado financeiro. “Só discutimos hoje o preço dos combustíveis porque a Petrobras é estatal”, afirmou, alertando que, se a empresa for privatizada, os preços serão elevados sem qualquer debate.

Já Rita Serrano, que também é da Diretoria da Fenae, lembrou que existe hoje uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF), concedida pelo ministro Ricardo Lewandowski, que impede a ocorrência de privatizações de empresas e operações sem que antes o assunto seja discutido e avalizado pelo Congresso Nacional.

Ela ressaltou que o governo deverá pressionar o STF para mudar essa realidade, então é preciso agir informando a sociedade sobre as consequências das privatizações. “As privatizações precarizam a vida da população, porque as estatais têm um papel importante no desenvolvimento do País. Quem ganha são as multinacionais e o capital privado, e além disso o Brasil perde em sua soberania”, apontou Rita Serrano.

 

Tags:

Compartilhe